O Mar e uma gota de Água

Jean-François Lézé (1971)

Ref. ava080273

O Mar e uma gota de Água

O Mar e uma gota de Água

A partir de poemas sobre o Mar de Sofia de Mello Breyner Andresen e de todo o

imaginário criativo à volta da água, o percussionista Jean-François Lézé e a violinista

Evandra Gonçalves apresentam um concerto que cruza várias formas de expressão:

poesia, música com percussões, piano, violino, imagens e música aquática!

Um espectáculo de grande originalidade e invenção artística, no qual a água, na forma

poética e verdadeiramente física, desempenha um papel preponderante e encantador.

Jean-François Lézé

 


1. ATLÂNTICO

Mar

Metade da minha alma é feita de maresia

2. MAR

De todos os cantos do mundo

amo com um amor mais forte e mais profundo

Aquela praia extasiada e nua,

Onde me uni ao mar, ao vento e à lua

3. CAIS

Para um nocturno mar partem os navios,

Para um nocturno mar intenso e azul

como um coração de medusa

como um interior de anémona.

Naturalmente

Simplesmente

Sem destruição e sem poemas,

Para um nocturno mar roxo de peixes

Sem destruição e sem poemas

Assombrados por miríades de luzes

Para um nocturno mar vão os navios.

Vão

O seu rouco grito é de quem fica

No Cais dividido e mutilado

E destruído entre poemas pasma.

4. INSCRIÇÃO

Quando eu morrer voltarei para buscar

os instantes que não vivi junto do mar